Skip to main content
Vítor Lopes termina em 35º no Challenge Tour da Finlândia

Vítor Lopes termina em 35º no Challenge Tour da Finlândia

|

Fazendo a sua melhor volta da semana, Vítor Londot Lopes terminou hoje a participação no “Vierumaki Finnish Challenge” do Challenge Tour, obtendo um excelente 35º lugar. Pedro Figueiredo foi 47º e Pedro Lencart ficou em 71º.

Vítor Londot Lopes aproveitou da melhor forma a oportunidade de participar em mais uma etapa do Challenge Tour, que desde quinta-feira teve lugar no Vierumaki Resort. Fez um conjunto de quatro voltas em que bateu sempre o PAR do campo, com 68 pancadas (-4) no dia de hoje, graças a seis “birdies” e dois “bogeys”. Este “score” permitiu-lhe subir 12 posições na tabela classificativa, terminando com 278 pancadas (71+69+790+68, -10) na 35ª posição, empatado com mais outros oito jogadores e arrecadando um prémio de 1.600 euros.
Foi o seu terceiro melhor resultado desta época no Challenge Tour, na sua sétima participação – tinha ficado em 23º no “Kaskáda Golf Challenge”, na República Checa, e em 30º no “Blot Open de Bretagne”, em França.

O segundo melhor português na prova finlandesa foi Pedro Figueiredo, que hoje voltou a fazer uma boa volta, depois das 76 pancadas de ontem. “Figgy” teve uma excelente reação a um mau início – ao buraco 8 estava duas pancadas acima do PAR do campo, depois de “birdie” no 2, “duplo-bogey” no 3 e “bogey” no 7. Mas logrou nada menos do que cinco “birdies” no espaço de seis buracos, sendo quatro deles consecutivos (11-14). Faria ainda mais um “bogey” (no 15), mas um derradeiro “birdie” (no 17) garantiu-lhe uma volta em 69 pancadas (-3) e um agregado final de 280 (68+67+76+69, -8). O golfista luso terminou no grupo de três golfistas que partilharam a 47ª posição, ganhando 1.150 euros.

Já Pedro Lencart fez hoje uma volta em 75 pancadas (+3), com três “birdies”, quatro “bogeys” e um “duplo-bogey” (no buraco 11). Tendo renovado no passado fim de semana os títulos de Campeão Nacional Absoluto e de Campeão Nacional de Profissionais, Lencart teve uma prestação mediana, embora num circuito em que não compete habitualmente e a que apenas acede graças a convite da FPG. O seu resultado final foi de 288 pancadas (68+71+74+75, PAR) e traduziu-se no 71º lugar e na conquista de um “prize-money” de 500 euros. Este foi o seu quinto torneio no Challenge Tour 2022 e o primeiro em que passou o “cut”.

Tomás Melo Gouveia e Tomás Bessa competiram igualmente neste torneio, mas não conseguiram passar o “cut”.

A prova foi ganha pelo alemão Velten Meyer, que realizou hoje uma volta de 65 pancadas (-7) e terminou com 262 (-26), arrecadando 40.000 euros em prémios. O seu compatriota Marc Hammer ficou no segundo lugar, com 267 (-21). A terceira posição foi repartida entre o islandês Gudmundur Kristjansson e o irlandês John Murphy, com 268 (-20).

Na próxima semana o Challenge Tour muda-se para a Dinamarca, onde entre os dias 11 e 14 se realiza o “Frederikshavn Challenge presented by Hessel”, no Frederikshavn Golfklub, na costa Nordeste do país nórdico.

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 7 de agosto de 2022

Fotografia © Octávio Passos / Federação Portuguesa de Golfe

A Federação Portuguesa de Golfe é uma pessoa coletiva de direito privado e de utilidade pública, fundada em 20 de Outubro de 1949, constituída sob a forma associativa e sem fins lucrativos.

Morada

Rua Santa Teresa do Menino Jesus Nº6, 17º andar Miraflores 1495-048 Algés Portugal

Email
Telefone Sede

(chamada p/ a rede fixa nacional)

Redes Sociais

© 2023 Federação Portuguesa de Golfe. Todos os direitos reservados