Notícias

Sofia Sá salta para liderança tripartida no Montado

Hoje, na segunda volta, ainda sob condições ventosas, a campeã nacional baixou uma pancada em relação à véspera (70-69) e descolou das terceiras classificadas rumo ao primeiro lugar, que partilha com a italiana Francesca Fiorellini – que fez exactamente os mesmos resultados – e a alemã Helen Briem (69-70).

O trio de líderes soma 139 (-5) e tem a vantagem mínima sobre a francesa Maylis Lamoure (69-71), que no primeiro dia estava na frente empatada com Helen Briem. A espanhola Cayetana Fernandez Garcia-Poggio, com 141 (72-69), a inglesa Lottie Woad, com 142 (72-70), e a francesa Carla de Troia, com 143 (70-73), completam o lote de jogadoras que concluíram os primeiros 36 buracos com um total agregado abaixo do par, entre as 90 concorrentes em campo.

“No início não estava a conseguir fazer birdies, depois fiz um bogey inesperado no 18, mas os últimos buracos demonstraram verdadeiramente o meu jogo ao longo dos 18 buracos…”, afirmou Sofia, referindo-se à série de birdie-birdie-par-birdie com que encerrou a volta, nos buracos 6, 7, 8 e 9, visto que começara do 10. “Andei sempre no meio do fairway, meio do green, e o putt não estava a cair até aí. Estou bastante consistente e confiante com o meu jogo.”

Sofia joga amanhã no grupo de honra com as jogadoras com as quais partilha o comando, a partir das 9h. Francesca Fiorellini é a actual 57.ª no ranking mundial amador e foi 10.ª classificada na edição passada do Internacional de Portugal; Helen Briem é a 98.ª mundial.

Nestes dois primeiros dias, a portuguesa teve como parceiras de jogo duas das principais favoritas, a escocesa Louise Duncan, 19.ª mundial, e a francesa Vairana Heck, vice-campeã em 2021, numa edição ganha pela também gaulesa Lucie Malchirand, que entretanto tornou-se profissional. Duncan (71-78) e Heck (78-71), com resultados inversos, encontram-se entre as 29.ªs, com 149 (+5).

No final da jornada de sexta-feira, haverá um cut para as 40 primeiras e empatadas, que está provisoriamente fixado em 150 (+6).

Entre as restantes representantes da seleção nacional, Ana Costa Rodrigues soma presentemente 152 (76-76) e está nas 48.ªs. Ivete Rodrigues (79-74) e Luciana Reis (89-73) melhoraram substancialmente de ontem para hoje perfazendo 153 (+9), o que lhes dá uma posição entre as 56.ªs. Constança Mendonça saiu do top-20 para as 65.ºs, com 155 (74-81). Finalmente, Inês Belchior (79-81) e Francisca Rocha (80-85) totalizam 160 e 165, respectivamente.

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 27 de janeiro de 2022

Fotografia © Filipe Guerra / Federação Portuguesa de Golfe