Notícias

Ricardo Gouveia está no 6.º lugar do Dormy Open

Há um líder destacado, o sueco Björn Hellgren, a liderar com 130 (65-65). O segundo é o francês Felix Mory, segundo com 133 (69-64). O grupo de terceiros classificados, composto pelo sueco Hampus Bergman, o francês Victor Riu e o finlandês Roppe Kakko, está somente um shot à frente do português.

O Dormy Open contou com 156 participantes, quatro abandonaram, entretanto, por diversos motivos e a prova desenrolou-se nos dois primeiros dias com 152 jogadores. O cut fixou-se em 143 (-1) e deixou em prova somente 75.

O que mudou da África do Sul para a Suécia? Basicamente, manteve o nível de jogo, mas começou a meter os putts. Quando se está off nos greens, aqueles pequenos putts para par convertem-se em bogeys, e aquele para birdies em pares. Não se consegue andar para a frente. Foi isso que aconteceu. De resto, Ricardo sentiu um jogo do tee ao green capaz de discutir vitórias.

Depois de, na África do Sul, ter falhado o cut no Limpopo Championship (Euphoria GC, Modimolle), no Bain’s Whisky Cape Town Open (Royal Cape GC, Cape Town) e no Dimension Data Pro-Am ( Fancourt Golf Estate, George), Melo Gouveia descansou na última semana, abdicando do Range Servant Challenge by Hinton Golf (Hinton Golf Club, Malmö).

O presente Dormy Open é o primeiro de novos quatro torneios consecutivos para o português que foi n.º 1 neste mesmo Challenge Tour em 2015 e que depois continuou a fazer história para o golfe  nacional no European Tour. Seguem-se o Irish Challenge (Portmarnock Links, Co. Dublin, Irlanda), o D+D REAL Czech Challenge (Golf & Spa Kun?tická Hora, D?íte?, República Checa) e o Challenge de Cadiz (Iberostar Real Club de Golf Novo Sancti Petri, Cadiz, Espanha).

 

Golftattoo

Lisboa, 20 de maio de 2021

Fotografia © Challenge Tour