Notícias

Modernização da Gestão de Handicaps Pitch & Putt

Tendo em consideração a implementação do Sistema de Handicap Mundial para o golfe tradicional em 2020, tinha sentido, agora em 2022, seguir um caminho análogo para o Pitch & Putt, com uma estrutura de cálculos idêntica, ainda que específica para esta disciplina do golfe, definida no Regulamento de Pitch & Putt da FPG.

Além disso, a FPG planeia partilhar as experiências da implementação portuguesa com as entidades dirigentes do golfe em matéria de gestão de handicap, o R&A e a USGA, para que possam mais produtivamente desenvolver investigação estatística e potencialmente vir a encontrar soluções globais para percursos de menor dimensão.

Relativamente aos elementos principais dos cálculos do novo modelo de gestão de handicaps de P&P, um dos aspetos adicionados mais relevantes foi a inclusão de valores de homologação dos campos, tornando a portabilidade de handicaps mais justa entre percursos, nomeadamente naqueles com distâncias de jogo diferentes entre si. Esta era uma pretensão antiga dos gestores e praticantes de P&P. Paralelamente, estabeleceu-se uma relação com os valores de classificação de campos de golfe tradicional, em linha com o Sistema de Handicap Mundial, o que permitiu a normalização da distribuição de handicaps.

Para os jogadores, os efeitos práticos são, no imediato, verificarem qual o seu Índice de Handicap P&P, estando os cálculos todos disponíveis em myFPG (nos Resultados P&P) e habituarem-se a consultar o seu Handicap de Campo e de Jogo P&P, para a volta.

Em termos de acessibilidade existe agora uma maior facilidade em obter um Handicap P&P inicial, com a submissão de, no mínimo, de uma volta. Permite ainda a possibilidade de submissão de mais resultados para Pitch & Putt, em competições e jogo geral.

Nas vantagens para Clubes e gestores de torneios destaca-se a facilidade de passarem a usar regulamentos, metodologias e procedimentos mais próximos do golfe tradicional, assim como plataformas informáticas modernizadas.

Segundo Ana Gabin, Diretora de Handicaps da FPG, “O processo de modernização tinha vindo a ser pedido por Clubes e Campos ligados ao Pitch & Putt nos últimos anos, e chegou o momento certo de lhe dar resposta. Com isto colocamos Portugal na vanguarda da gestão de handicap, também no que se refere ao Pitch & Putt”.

Já António Vasconcelos, Assessor da FPG para Pitch & Putt, acrescentou: “É um projeto piloto e pioneiro, que muito nos deve orgulhar, em pleno respeito pelas Regras de Golfe e pelas Regras de Handicap do R&A e da USGA”.

O Regulamento de Handicap de P&P e mais informações sobre o tema estão disponíveis em https://portal.fpg.pt/handicaps/handicap/handicap-pitch-putt/

 

Gabinete de Comunicação da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 12 de janeiro de 2022

Fotografia © Octávio Passos / Federação Portuguesa de Golfe