Notícias

Tomás Bessa vice-campeão no arranque do PT Tour

Entre os seis golfistas portugueses Tomás Bessa foi o que terminou melhor classificado, concluindo as três voltas do percurso de Palmares em 201 pancadas (68+64+69, -15) a apenas duas pancadas do vencedor, o esloveno Zan Luka Stirn, que somou 199 (65+66+68).

Após a conclusão do evento, Tomás Bessa referiu: “Foram três dias de bom golfe. Fazer 15 pancadas abaixo do PAR do campo em três dias é sempre bom, numa prova que teve sempre vento. O ponto forte foi o ‘putting’, principalmente nas duas primeiras voltas. O campo está muito bom e os ‘greens’ estão excelentes”.

Quanto ao campeão Zan Luka Stirn, disse: “Voltei a jogar bem neste último dia. No 16, um PAR 3 comprido contra o vento, bati um grande ferro 4 e fiz ‘birdie’, o que me deu uma pancada de vantagem. No buraco seguinte o Tomás e eu conseguimos o ‘birdie’ e no 18 consegui fazer apenas dois ‘putts’ apesar de ter a bola muito longe do buraco”.

O melhor Amador foi o inglês Arron Edwards Hill, que ficou no terceiro lugar da Classificação Geral, com 213 pancadas (-3).

Entre os Profissionais portugueses, Tomás Melo Gouveia também terminou no “Top 10”, com um resultado de 216 pancadas (PAR) que lhe valeu a sétima posição, empatado com o Amador neerlandês Tim Van Der Steen.

Pedro Lencart Silva foi 15º, com 222 (+6); João Girão terminou em 22º, com 227 (+11); Alexandre Abreu fez 238 pancadas (+22) e foi 27º; e João Pinto Basto Jr. concluiu a prova no grupo dos 28ºs classificados, com 239 pancadas (+23).

A partir de domingo tem lugar o “Palmares Open II”, igualmente com 10.000 euros em prémios monetários. A prova é antecedida pelo “Onyria Palmares International Pro-Am”, que se joga amanhã.

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 18 de novembro de 2022

Fotografia © Berto Granja / PT Tour