Stephen Ferreira com 68 pancadas no SDC Open

Stephen Ferreira com 68 pancadas no SDC Open

|

Com 216 jogadores inscritos, o “SDC Open” do Challenge Tour joga-se durante as duas voltas iniciais em dois campos distintos. As más condições climatéricas obrigaram à interrupção da jornada no Elements Private Golf Reserve, mas no “Zebula Golf Estate & Spa a metade do “field” que aí atuou conseguiu concluir a volta. Stephen Ferreira estava nesse lote e fez 68 pancadas (-4).

Esta competição, que tem 250.000 dólares em prémios, joga-se na zona de Limpopo, a Norte de Pretoria, na África do Sul.
No dia de ontem, Stephen Ferreira tinha assinado um cartão de 71 pancadas (-1). Hoje, no Zebula Golf, fez ainda melhor, concluindo a volta com quatro “birdies” e nenhum “bogey”. Ganhou pancadas ao campo nos buracos 18, 2, 4 e 6.

Com o total de 139 pancadas (71+68) está provisoriamente na 35ª posição, mas a grande maioria dos golfistas que hoje atuaram no Elements Private Golf Reserve não teve oportunidade de concluir a sua volta.

Foi o que aconteceu com Tomás Melo Gouveia e Pedro Figueiredo, que tiveram a volta interrompida após 9 e 6 buracos, respetivamente.

Na volta de ontem tinham conseguido o resultado de duas pancadas abaixo do PAR, mas hoje aquando do adiamento da conclusão da jornada para o dia de amanhã estavam ambos a perder pancadas para o campo.

Tomás Melo Gouveia, após 9 buracos desta segunda volta, está com +2, devido a dois “birdies” (14 e 18), outros tantos “bogeys” (12 e 13) e um “duplo bogey” no 16.

Quanto a “Figgy”, foram registados somente os resultados dos primeiros seis buracos da sua segunda volta, tendo feito “bogeys” no 1 e no 5 e “birdie” no 3, para um resultado parcial de +1.

Passam às duas derradeiras voltas os 60 primeiros e empatados no final da segunda volta, o que em princípio acontecerá ao final da manhã de amanhã.

O “cut” provisório está em – 4.

Os resultados agregados dos portugueses são nesta altura os seguintes: Stephen Ferreira, -5 (36 buracos concluídos); Pedro Figueiredo, -1 (em 24 buracos); e Tomás Melo Gouveia, PAR (em 27 buracos).

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 25 de março de 2022

Fotografia © Stephen Ferreira

A Federação Portuguesa de Golfe é uma pessoa coletiva de direito privado e de utilidade pública, fundada em 20 de Outubro de 1949, constituída sob a forma associativa e sem fins lucrativos.

Morada

Rua Santa Teresa do Menino Jesus Nº6, 17º andar Miraflores 1495-048 Algés Portugal

Email
Telefone Sede

(chamada p/ a rede fixa nacional)

Telefone Jamor

(chamada p/ a rede fixa nacional)

Redes Sociais

© 2023 Federação Portuguesa de Golfe. Todos os direitos reservados