Notícias

Pedro Cruz Silva com um óptima subida no leaderboard do European Amateur Championship

Hoje, para além do resultado extraordinário do sueco Ludvig Åberg, dez pancadas abaixo do Par, o destaque português vai evidentemente para o belíssimo score de Pedro Cruz Silva, o melhor resultado português até ao momento. Pedro, à imagem da primeira volta de Daniel, terminou a sua segunda volta com 66 (-5) pancadas, somando 5 birdies (buracos 6, 8, 13, 14 e 18) e nenhum bogey no seu cartão de jogo. Este resultado faz com que aos 36 buracos apresente um agregado de 138 (-4) pancadas, que o coloca no 28.º lugar, empatado com outros 9 jogadores.

Com uma pancada de vantagem de Pedro encontra-se Dani, que continua a ser o português melhor classificado neste European Amateur Championship após ter concluído as duas primeiras voltas com um agregado de 137 pancadas (67+70), cinco abaixo do Par, integrando o lote de jogadores que partilharam a 21.ª posição.

Já Vasco Alves encontra-se, hoje, dentro do Cut provisório para os 60 primeiros e empatados, fruto das suas duas voltas de 71 (PAR) e 70 (-1) pancadas. O jogador do Oporto GC totaliza 141 (-1) shots, o que lhe permite ocupar o 57.º posto, empatado com outros 9 jogadores.

Por fim, Pedro Lencart, que somou uma primeira volta de 74 (+3) pancadas, hoje voltou a não ser feliz e acrescentou ao seu primeiro score 75 (+4) pancadas. Estes resultados, face às boas voltas que se têm registado no Dreamland Golf Resort, dificultam a passagem do Cut que hoje encontra-se provisoriamente fixado nas -1. No entanto, enquanto há vida há esperança.

 

Gabinete de Comunicação da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 24 de junho de 2021

Fotografia © Federação Portuguesa de Golfe