Notícias

Miguel Gaspar vence o 4.º Torneio do Circuito FPG

Miguel Gaspar venceu a classificação Profissionais, registando igualmente o melhor agregado stroke play, após duas belíssimas voltas.

Com um total de 134 (-10) pancadas, Gaspar foi muito regular (67,67), mas adotando sempre um jogo agressivo. O melhor exemplo disto foi o eagle com que iniciou hoje o dia e o birdie com que o fechou.

O 2.º lugar entre os profissionais foi reclamado por Tomás Santos Silva, que ontem tinha terminado os primeiros 18 buracos empatado na 2.ª posição com Gaspar. Com um jogo sempre controlado, Tomás fez novamente um bom torneio, tendo fechado com um bom score agregado de 137 (-7), impondo-se a Pedro Figueiredo nos últimos 9 buracos de hoje.

Figgy, que ontem liderava, acabou por ser vítima de um inesperado triplo-bogey no buraco 13, onde ontem tinha registado um birdie. As 73 (+1) pancadas de hoje remeteram-no para o último lugar do pódio.

Destaque ainda para Sara Gouveia, que foi a única profissional em campo, tendo terminado na 4.ª posição, com o Par do campo, entre os 12 profissionais presentes.

Inês Belchior, da Quinta do Perú, de apenas 14 anos, viveu hoje uma das mais importantes vitórias da sua jovem carreira, quiçá a mais relevante, ao vencer a classificação Gross Senhoras Amadoras do 4.° Torneio do Circuito da Federação Portuguesa de Golfe.

Mas Inês teve que suar para conquistar brilhantemente este 4.º Torneio do Circuito FPG. Teve mesmo que mostrar a sua raça ao fazer uma 2.ª volta no Par do campo (-6 pancadas que na véspera) e um muito importante birdie no 18, o último buraco regulamentar, que a colocou num playoff com Sofia Barroso Sá.

Sofia, que registara uma primeira volta irreconhecível, redimiu-se hoje com uma volta de -1 que a colocou como líder provisória na clubhouse. À semelhança de Inês, também a jogadora da Quinta do Lago teve que fazer um birdie no 18, para se colocar em contenção. Não obstante, no 2.º buraco do playoff, a vitória sorriu a Inês.

Teresa Alves, do Oporto GC, que ontem liderava destacamente esta classificação, com +1, hoje não foi tão feliz na sua 2.ª volta, o que a impediu de disputar, pela margem mínima, um playoff a 3. Como consolação, venceu a classificação Net.

Pedro Clare Neves, do CG Miramar, conseguiu uma vitória que há muito perseguia. Com bom um agregado de 141 (-3) pancadas, venceu a classificação Gross Homens Amadores do 4.° Torneio do Circuito da Federação Portuguesa de Golfe.

Pedro, foi ainda o único amador a jogar abaixo do Par do Ribagolfe Oaks, após duas voltas muito consistentes de 70 e 71 pancadas, dando continuidade à consistência de jogo que tinha mostrado há uma semana atrás em Vidago, por ocasião do Campeonato Nacional de Clubes Solverde. Nem um irritante duplo bogey no 17 de hoje, o impediu de reagir de imediato com um bom birdie no 18. As suas -3 pancadas colocaram-no ainda no 4.º lugar da classificação geral. Em resumo, um excelente fim de semana para o jogador de Miramar.

João Girão, do Oporto GC, e João Crasi Alves, do CG Vilamoura, que no final dos primeiros 18 buracos se encontravam empatados e a apenas uma pancada de Clare Neves, acabaram por ocupar a 2.ª e a 3.ª posição, respectivamente, com agregados Par do campo e +2.

Já Afonso Castanheira Henriques, do CG Orizonte, foi o vencedor da classificação Net do 4.° Torneio do Circuito da Federação Portuguesa de Golfe.

 

Gabinete de Comunicação da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 12 de setembro de 2021

Fotografia © Filpe Guerra / Federação Portuguesa de Golfe