Notícias

Ricardo Santos sobe ao quarto lugar no DP World Tour

A segunda volta no Rinkven International Golf Club, em Antuérpia, começou da melhor maneira para Ricardo Santos, com um “birdie”, mas um “bogey” no buraco 6 fez com que terminasse os “Front Nine” em PAR do campo.

Mas nos “Back Nine” o algarvio esteve espetacular, alinhando “birdies” consecutivos entre os buracos 10 e 12 e depois também no 16 e no 17. O agregado de 135 pancadas (-7) coloca-o a apenas uma pancada do trio de líderes, constituído pelo alemão Matti Schmid (que hoje fez 64 pancadas) e pelos ingleses Sam Horsfield e Dale Whitnell – que mantiveram a coliderança que tinham alcançado no final da volta inicial. Ricardo Santos reparte a quarta posição com o inglês Richard Mansell, havendo a curiosidade de ambos terem feito exatamente os mesmos resultados nestas duas voltas (69+66).

Os outros dois golfistas portugueses presentes nesta competição que decorre na Bélgica não tiveram hoje prestações que lhes permitissem passar o “cut”.

Pedro Figueiredo repetiu as 71 pancadas de ontem, voltando a fazer três “birdies” e outros tantos “bogeys”. O agregado de 142 (PAR) foi insuficiente para garantir a passagem às voltas decisivas do torneio, não ultrapassando o “cut” – que incluiu 67 jogadores – por apenas uma pancada.

Quanto a Ricardo Melo Gouveia, marcou hoje 73 pancadas (duas acima do PAR), uma mais do que ontem, graças a três “birdies”, três “bogeys” e um “duplo-bogey” (no buraco 12, de PAR 3).

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 13 de maio de 2022

Fotografia © Octávio Passos / Federação Portuguesa de Golfe