Ricardo Santos, Pedro Silva e Inês Belchior no topo para a última volta do Nacional Absoluto KIA

Ricardo Santos, Pedro Silva e Inês Belchior no topo para a última volta do Nacional Absoluto KIA

O terceiro dia do Campeonato Nacional Absoluto KIA, na Quinta do Perú Golf & Country Club, em Azeitão, trouxe novos líderes nas provas masculina e feminina. São eles o profissional Ricardo Santos e a amadora Inês Belchior, que procura revalidar os títulos Absoluto e Amador conquistados o ano passado na Aroeira. Pedro Cruz Silva mantém-se na liderança da classificação Homens Amadores.

Depois de Hugo Santos e de Tomás Silva, hoje foi a vez de Ricardo Santos subir ao primeiro lugar em Homens, graças ao excelente resultado de 67 (-5) pancadas.
Quando falta realizar apenas a volta de sábado, tudo aponta para uma disputa a três profissionais pelo título Absoluto: Ricardo Santos comanda na classificação geral com 206 (-10), Tomás Silva é segundo com 207 (-9) e Tiago Cruz terceiro com 209 (69+72+68, -7).

Tendo partido a terceira jornada no segundo posto, a três pancadas do líder Tomás Silva, Ricardo Santos viria a registar a segunda melhor marca da semana. O algarvio que este ano está a competir no DP World Tour fez 5 birdies e 13 Pares.

Tomás Silva, depois das 66 (-6) de quinta-feira, assinalou 71 (-1) caindo para segundo, ao passo que Tiago Cruz, seu companheiro no Clube de Golfe do Estoril, manteve a terceira posição, mas reduzindo a diferença para o primeiro de cinco para três pancadas.

Igualmente emocionante se afigura o desfecho nos amadores. Pedro Silva, do CG Miramar, campeão nacional em título, manteve o comando da tabela, embora, com um terceiro ‘score’ de 73, tenha caído de terceiro na geral empatado com Tiago Cruz para quarto isolado, com um total de 214 (-2).

Pedro Silva é seguido à distância mínima pelo seu companheiro de clube Pedro Clare Neves, que hoje marcou 72 e partilha o quinto lugar com o profissional da casa João Pinto Basto.

Tomas Mician, português de ascendência eslovaca, do CG Vilamoura, é sétimo da geral com 217 (+1) após ter fechado a ronda desta sexta-feira com 74 (+2).

No oitavo lugar está um trio composto pelo amador Afonso Rui Oliveira (CGD) e os profissionais Henrique Paulino e Hugo Santos, todos com 219 (+3).

Um degrau abaixo, com 220 (+4), encontra-se um quarteto de amadores composto por João Miguel Pereira (Aroeira), Miguel Silveira (Miramar), Diogo Salgueiro (Orizonte) e o dinamarquês Emil Bundjgaard (Estoril).

Finalizado o terceiro dia, o cut para a primeira metade e empatados da classificação Homens Amadores ficou fixado nas 239 (+23) pancadas e, consequentemente, deixou em prova, nesta categoria, 42 participantes. Já o cut previsto para os 13 profissionais e empatados fixou-se nas 231 (+15) pancadas, não havendo registo de empates.

Detentora do título Inês Belchior ultrapassa Sofia Sá em Senhoras

Inês Belchior deu hoje um passo importante na sua tentativa de revalidar o título na prova feminina. Com uma terceira volta de 70 (-2) pancadas, a atleta do Tavira subiu do segundo ao primeiro lugar, por troca com Sofia Sá, da Quinta do Lago. E tem três pancadas de vantagem para a última volta.

Enquanto Inês Belchior fez o seu primeiro resultado abaixo do Par 72 e a melhor marca da semana até ao momento (num desempenho com 5 birdies contra 1 bogey e 1 duplo bogey), Sofia Sá jogou pela primeira vez acima do Par, com um 75 (+3).

Foi um ‘swing’ de cinco pancadas favorável à primeira, que passou a somar 215 (-1), face às 218 (+2) da representante da Associação Cultural e Desportiva da Quinta do Lago.

Leonor Medeiros, da Quinta do Perú, entregou o segundo melhor cartão do dia, com 72 (Par 72), reforçando o terceiro lugar com 221 (+5). A desvantagem para a líder, essa manteve-se em seis ‘shots’.

Constança Mendonça, da Aroeira, marcou 76 (+4) e conservou por sua vez o quarto lugar, com um total de 228 (+12).

Francisca Rocha (81, +9), do Oporto, fechou o top-5 aos 54 buracos com 234 (+18).

Hoje, no final da terceira volta, foi feito um cut para a primeira metade da classificação. Entre as 21 participantes iniciais, seguiram 11 em frente para a última volta, com o cut a fixar-se em 247 (+31).

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 21 de julho de 2023

Fotografia © Rodrigo Gatinho / Federação Portuguesa de Golfe

A Federação Portuguesa de Golfe é uma pessoa coletiva de direito privado e de utilidade pública, fundada em 20 de Outubro de 1949, constituída sob a forma associativa e sem fins lucrativos.

Morada

Rua Santa Teresa do Menino Jesus Nº6, 17º andar Miraflores 1495-048 Algés Portugal

Email
Telefone Sede

(chamada p/ a rede fixa nacional)

Telefone Jamor

(chamada p/ a rede fixa nacional)

Redes Sociais

© 2023 Federação Portuguesa de Golfe. Todos os direitos reservados