Notícias

World Kids Golf – MARTIM BAPTISTA TENTA DEFENDER O TÍTULO COM CARREIRA REFORÇADA

«Tenho grandes memórias deste torneio no ano passado por ter jogado com amigos. Conheço praticamente todas as pessoas da minha idade que estão a jogar o torneio. O que aconteceu neste último ano é que fui para o 12.º ano, com uma carga horária escolar menor e aumentei bastante a carga de treinos. Sinto também que estou mais calmo a jogar, mais ponderado, com mais cuidado nas decisões e tenho vindo a jogar melhor», disse Martim Baptista, treinado por Luís Barroso, que orienta igualmente as carreiras de profissionais portugueses famosos como Tiago Cruz e João Ramos.

A jogar sob intenso calor, no Faldo Course, o mais difícil dos dois campos do Amendoeira Golf Resort, desenhado pelo antigo n.º1 mundial, Nick Faldo, Martim Baptista começou a defesa do título com uma primeira volta de 76 pancadas, 4 acima do Par, que o deixa no 6.º lugar, a 7 pancadas dos líderes, o português Alexandre Castelo e o norueguês Peter Hov, ambos com 69 pancadas, 3 abaixo do Par.

«É óbvio que gostaria de defender o título, mas estou aqui é para jogar o melhor possível porque há sempre a possibilidade de que alguém jogue melhor, mesmo que eu jogue bem. Este torneio de sub-18 está com muito bons jogadores e eu, neste primeiro dia, não joguei muito bem. Estive bem até ao green, mas depois não fui capaz de finalizar e não “patei” muito bem. Acertei muitos greens mas isso não teve tradução no resultado porque fiz poucos birdies», disse o internacional português que depara-se, pela primeira vez, com a situação de defender um título internacional.

O World Kids Golf é um dos raros torneios internacionais juvenis portugueses que contam para o ranking mundial de sub-18 o diretor de torneio, Nelson Cavalheiro – que no mês passado integrou a seleção nacional da PGA de Portugal na Taça Manuel Agrellos – está satisfeito com o que viu no arranque da competição.

«Estou contente, já é a 11.ª edição, temos uma dinâmica com muita rodagem e hoje não colocámos o campo demasiadamente difícil no que se refere ao posicionamento das bandeiras. As condições de jogo estão boas, o tempo está bom e também preparámos bem os campos para este torneio», frisou Nelson Cavalheiro que, não quis abrir ainda o jogo mas prometeu «prémios ainda melhores em 2019 do que em 2018», confirmando apenas que o «campeão do torneio de sub-18 irá receber de novo um convite para jogar no torneio do Portugal Pro Golf Tour que se joga no Amendoeira Golf Resort, graças à renovação do acordo com a PGA de Portugal.

O World Kids Golf realiza-se nos dois campos do Amendoeira Golf Resort e tem apoios fortes do Turismo do Algarve, PGA de Portugal, Portugal Pro Golf Tour, Under Armour, Titleist e FootJoy. Os escalões etários mais jovens jogam no O’Connor Course, mais acessível, enquanto o Faldo Course fica reservado para os mais velhos, havendo torneios de sub-9, sub-10, sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18, em ambos os géneros. Neste torneio, a classificação gross prevalece sobre a net, para consagrar os melhores jogadores, embora também haja prémios para a classificação net.

O torneio teve hoje a sua primeira volta, amanhã (quarta-feira) joga-se a segunda e, para quem desejar, há ao final da tarde um torneio para equipas constituídas por pais/mães e filhos/filhas. Quinta-feira é dia de folga para que os jogadores possam descansar e as famílias possam fazer algum turismo no Algarve, e na sexta-feira realiza-se a terceira e última volta.

Os líderes do 11.º World Kids Golf após a primeira volta são os seguintes:

Em sub-9, Ffion Richardson (Inglaterra) com 9 pontos stableford gross e Francisco Reis (Portugal) com 23 pontos;
Em sub-10, Eleanor Lichtenhein (Inglaterra) com 24 pontos stableford gross e Aaron Moody (Inlgaterra) com 31 pontos;
Em sub-12, Inês Belchior (Portugal) com 23 pontos stableford gross e João Crasi Alves (Portugal) com 37 pontos;
Em sub-14, João Iglésias (Portugal), 71 pancadas, 1 abaixo do Par;
Em sub-16, Emilie von Finckenstein (Alemanha), 73 pancadas, 1 acima do Par, e Jamie Mann (Escócia) com 70 (-2);
Em sub-18, Filipa Capelo (Portugal) com 76 pancadas, 4 acima do Par, e Peter Hov (Noruega) e Alexandre Castelo (Portugal), ambos com 69 (-3).

ASSINATURA DE FOTOGRAFIA:  Ramiro de Jesus

GABINETE DE IMPRENSA
DO WORLD KIDS GOLF

Lisboa, 23 de julho de 2019