Notícias

Tiago Cruz vice-campeão em Praga entre 140 jogadores

Por incrível que pareça, 21 pancadas abaixo do Par no agregado no campo do Beroun Golf Club (Par 72), com voltas de 68-63-69-67, não foi suficiente para que o português ganhasse, porque o checo Filipe Mruzek fez uma menos com scores de 72-65-62-68.
Tiago conta que na última volta esteve sempre atrás de Mruzek, e que erros nos buracos 13, 14 e 15 permitiram até que o checo se distanciasse. “Fiz dois greens a três putts e noutro falhei o green e não fiz chip e putt”, explica sobre aquela série em que fez bogey-bogey-par.
Depois conseguiu recuperar com birdies nos 16 e 17, chegando ao tee do 18, um par 5, com duas pancadas de desvantagem para o seu rival: “Disse para mim mesmo que tinha fazer um eagle, estava vento a favor e joguei driver e ferro 6 para o green. Ele [Mruzek] saiu para um bunker e no segundo shot foi para dentro de água, fazendo depois um chip para dois metros da bandeira. Eu tinha um putt de 12 metros para eagle, a descer, passei metro e meio e depois falhei o putt ao passo que ele meteu o dele.”
Ou seja, Tiago acabou com 5 e Mruzek com 6. O play-off esteve ali tão à mão de semear para o jogador do Banco BIG. E o primeiro prémio… que valia €7.700.
20-08-2018
Crédito: GolfTattoo