Notícias

Taça da Federação BPI – Novos vencedores à vista em Tróia

Vasco Alves está pelo segundo ano seguido na final da Taça da Federação – BPI, indo defrontar o estreante açoriano Ricardo Garcia (CG Ilha Terceira), actual campeão nacional Sub18. O ano passado perdeu o encontro para atribuição do título para Hugo Teixeira (Montado).

Ambos os finalistas tiveram um dia exigente em termos competitivos. De manhã, nos quartos-de-final, Vasco Alves bateu Hugo Ferreira (Paredes) por 1up e de tarde, nas meias-finais, eliminou João Pinto Basto (Quinta do Peru) no 19.º buraco, o primeiro do play-off. Ou seja, jogou 37 buracos nesta terça-feira.

Quanto a Ricardo Garcia, levou a melhor nas “meias” diante do grande favorito à vitória, Pedro Lencart (Miramar), por 1up. Nos “quartos” tinha derrotado Ricardo Serpa (Vilamoura) por 2/1.

Em senhoras, Sara Gouveia (Quinta do Lago) derrotou hoje nas meias-finais a bicampeã em título Sofia Sá (Quinta do Peru) garantindo a sua segunda presença na final da Taça Federação – BPI, no Tróia Golf. Em 2017, no Estela Golf Club, perdera o jogo decisivo para a mesma atleta.

Rita Costa Marques (Miramar) por sua vez bateu a sua companheira de clube Ana Rodrigues e vai jogar a final pela terceira vez. Já la tinha estado em 2015 (Estela GC) e 2016 (Ribagolfe II), em que perdeu respetivamente para Leonor Bessa Beatriz Themudo.

Ambos os jogos das meias-finais só se decidiram 18.º e último buraco regulamentar, com Sara a ganhar por 1up e Rita por 2 up.

DECLARAÇÕES DOS FINALISTAS

HOMENS

Vasco Alves: “Estou muito satisfeito, mas é claro que ao fim destes dias sentimos o cansaço. Vou tentar um bom descanso hoje para amanhã entrar em força outra vez.
Espero jogar bem, estar concentrado e fazer o melhor possível tentando ganhar. O Ricardo [Garcia] conheço-o bem, já joguei muitas vezes com ele, somos companheiros de seleção também. Sei o que vou ter jogar muito bom golfe.”

Ricardo Garcia: “Ir à final era um objectivo que eu tinha estabelecido com o meu treinador [Michael Duarte] e consegui. Frente ao Pedro Lencart foi bom, acabei por aprender muita coisa. Joguei muito bem e acabei por ganhar no último buraco. Tive ali uma parte tremida no 12, 13, 14 e 15. Estava a ganhar por 4 para o 12 e cheguei empatado ao 18, onde ele me concedeu o buraco quando eu tinha um putt de dois metros para birdie. Vou encarar a final como todos os outros matches e depois tentar ganhar no fim.”

SENHORAS

Sara Gouveia: “Estou com uma atitude mais positiva e isso tem dado frutos nesta competição. A Sofia [Sá] jogou muito bem e foi um match renhido até ao fim, muito mental. A final encaro-a da mesma forma, independentemente da adversária, que neste caso será a Rita [Costa Marques]. Estou mesmo focada em manter aquilo que tenho conseguido fazer estes dias, então vou continuar nesse registo. Com seriedade mas de uma forma equilibrada, sobretudo.”

Rita Costa Marques:

“Foi um match difícil, frente à Aninhas. Ela tem uma atitude super-competente, é muito focada e bate super-bem na bola, tão ou mais comprido que eu. E tem uma habilidade enorme. Foi difícil porque apesar de termos sido adversárias somos do mesmo clube e muito chegadas a nível de amizade, o que tivemos de pôr de parte neste jogo. Não vou com grande expectativas para a final, quero apenas ir jogando o meu jogo. Joguei com a Sara [Gouveia] no segundo dia de stroke play e ela está a jogar muito. Acho que vai bastante equilibrado.”

Rodrigo Cordoeiro <rodrigocordoeiro@gmail.com> escreveu no dia terça, 8/10/2019 à(s) 09:17:
Taça da Federação – BPI

Confirmações e revelações no primeiro dia de match play

A prova masculina da Taça da Federação – BPI teve segunda-feira uma dupla jornada no Tróia Golf, com a realização dos 16 avos-de-final e dos oitavos-de-final, no primeiro dia da fase de match play da competição. Eram 32 jogadores apurados da fase de ‘stroke play’, agora restam oito.

Os encontros de terça-feira para os quartos-de-final (e de tarde jogam-se as meias-finais) são os seguintes:

Pedro Lencart (Miramar) – Calvin Holmes (Quinta do Lago)
Ricardo Garcia (Ilha Terceira) – Ricardo Serpa (Vilamoura)
Vasco Alves (Oporto) – Hugo Ferreira (Paredes)
Afonso Girão (Oporto) – João Pinto Basto (Quinta do Peru)

O ‘match’ do dia foi aquele que opôs Calvin Holmes a Jamie Mann (Vilamoura). Foram precisos 24 buracos para se encontrar o vencedor, quando Holmes decidiu a contenda a seu favor no sexto buraco do play-off.

A grande surpresa do dia foi a derrota do internacional Pedro Neves (Miramar) às mãos de Ricardo Serpa, na segunda ronda de eliminatórias. O outro ‘outsider’ deste quartos é Hugo Ferreira (Paredes), que derrotou Tomás Mician (Vilamoura) e Afonso da Costa Rodrigues (Miramar) para chegar aos últimos oito sobreviventes.

Os quartos-de-final da prova feminina da Taça Federação também se realizaram segunda-feira. No encontro mais aguardado do dia, entre Leonor Medeiros e Sofia Sá, actuais campeã e vice-campeã nacionais amadoras, ambas da Quinta do Peru, o desfecho foi favorável à segunda, que, com apenas 15 anos, continua assim na perseguição ao seu terceiro título consecutivo na Taça.

Sofia Sá venceu no 18.º e último buraco regulamentar, por 1 up, e terça-feira defronta Sara Gouveia (Quinta do Lago) nas meias-finais. Sara Gouveia derrotou Beatriz Themudo (Orizonte), por 7/5.

Nos outros dois encontros dos “quartos”, Ana Rodrigues, vencedora da fase de stroke play e por isso cabeça de série n.º 1, bateu a açoriana Ivete Rodrigues (Verdegolf) por 3/2; e Rita Costa Marques (Miramar) levou a melhor sobre Teresa Alves (Oporto), por 1 up.

Jogos das meias-finais:

Ana Rodrigues – Rita Costa Marques
Sara Gouveia – Sofia Sá

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 8 de outubro de 2019