Notícias

Pro Golf Tour – Tomás Melo Gouveia com melhor volta e top-25 na Alemanha

Essa marca permitiu-lhe iniciar hoje a jornada decisiva no top-10. No entanto, fechou com o mesmo resultado com que abriu, de 72 (+1), para um total de 207 (-6), finalizando no grupo dos 25.ºs, que foi a sua segunda melhor classificação da época no circuito, só superada pelo 9.º lugar no final de Julho no Gradi Polish Open by Emeralld, na Polónia. Ele é o melhor português na Ordem de Mérito do Pro Golf Tour 2020, em 56.º.

“Foi um torneio muito estranho, porque foram três dias bastante diferentes uns dos outros”, contou ao Gabinete de Imprensa da FPG. “No primeiro dia não joguei nada bem, tive dois buracos muito maus (o 1 e o 10), mas mesmo assim consegui segurar o resultado e não comprometer muito. No segundo dia comecei mal outra vez, mas a partir do buraco 5 comecei a jogar perto do meu melhor golfe e fiz -9 nos últimos 14 buracos, o que me pôs outra vez no torneio. No terceiro dia, foi o dia em que me senti a bater melhor na bola, mas os putts não entraram e não consegui fazer birdies suficientes para fazer um resultado positivo.”

O vencedor foi o alemão Marc Hammer com 197 (-16), seguido à distância mínima pelos compatriotas Thomas Rosenmüller e Leon Breimer, este um amador.

Tomás Melo Gouveia foi também o único português que passou o cut aos 36 buracos, o qual se fixou em 142 (Par). De fora dos últimos 18 buracos ficaram João Magalhães (145, 72-73), o amador João Pinto Basto (146, 70-76), João Zitzer (151, 76-75) e Alexandre Abreu.

Alexandre, depois de um 79 (+8) inaugural, só jogou 16 buracos da segunda, quando vinha com 4 birdies e 3 bogeys, altura em que abandonou a prova.

“Nos últimos três meses tive uma lesão no pé e recuperei mesmo antes dos torneios. Por não ter treinado muito exagerei um pouco nos dias antes e fiz uma lesão de esforço no pulso esquerdo. Joguei o torneio todo cheio de dores e não consegui terminar a volta por esse motivo”, explicou.

No calendário do Pro Golf Tour, segue-se o ALTEPRO Trophy by EXTEC 2020, de 28 a 30 de agosto, nos campos 1 do Golf Club Kynzvart e 2 do Golf Club Sokolov, na República Checa. Uma prova que não terá portugueses.

Já para o seguinte, o Schladming Dachstein Open 2020 powered by EURAM BANK, de 2 a 4 de setembro, no Golfclub Schladming Dachstein, em Oberhaus, Áustria, estão inscritos Tomás Melo Gouveia, Francisco Oliveira, João Zitzer e João Magalhães.

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 19 de agosto de 2020

Fotografia © Tomás Melo Gouveia