Notícias

XV South American Amateur Championship – Pedro Lencart foi 24.º no Chile, Sara Gouveia 35.ª

O melhor de Pedro Lencart foi a segunda volta, de 70 pancadas (a primeira havia sido de 74), a proporcionar-lhe uma subida de 15 lugares na tabela para os 18.ºs, a sete pancadas dos líderes. Na segunda metade da prova, no entanto, entregou cartões de 77-74, para um total de 295 (+7), o mesmo agregado do canadiano Etienne Papineau.

O que não impediu o campeão nacional amador absoluto de 2016 e 2018 de finalizar novamente no primeiro terço da tabela, embora a 18 pancadas do vencedor, o chileno Benjamin Saiz-Wenz. O português havia sido 12.º em 2018, no Martindale Country Club, Argentina. A melhor marca lusa é o 10.º lugar de Vítor Lopes em 2015.

As condições climatéricas foram adversas, mas no último dia melhoraram, e quem tirou melhor partido disso foi Saiz-Wenz, com a melhor volta do torneio, de 64 pancadas, rumo a uma vitória esclarecedora: com 277 (-11), deixou o vice-campeão, o argentino Mateo Fernandez de Oliveira (69 a fechar), a quatro shots de distância. Outro chileno, Tomás Gana, um ex-vencedor do Latin American Amateur Championship, foi terceiro com 283 (-5).

Na prova feminina, Sara Gouveia encerrou com o seu resultado mais alto da semana, de 82 pancadas, isto depois de três voltas de 78-77-78. Somando 315 (+27), foi 35.ª empatada com a colombiana Valentina Guarderas.

Tal como na prova masculina, a vencedora ganhou com uma margem de quatro pancadas sobre a vice-campeã: a colombiana Maria Jose Bohorquel ergueu o troféu depois de finalizar com um total de 284 (70-73-72-69), contra as 288 da argentina Valentina Rossi (72-70-74-72).

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Lisboa, 12 de janeiro de 2020

Fotografias © Federação Portuguesa de Golfe