Notícias

Pedro Figueiredo vence KPMG Open na Bélgica

O português bateu no primeiro buraco do play-off, com um birdie, o sueco Anton Karlson e o galês Stuart Manley, depois deste trio ter completado as quatro voltas regulamentares a partilhar o primeiro lugar com 262 pancadas, 22 abaixo do Par.
É o quarto português a vencer no Challenge Tour, depois de Filipe Lima, Ricardo Santos e Ricardo Melo Gouveia. O título valeu-lhe um prémio de 28.800 euros e a subida para o décimo lugar na Road to Ras Al Khaimah, a ordem do mérito do circuito.
Os 15 primeiros classificados desta tabela no final da época conquistam a promoção ao principal circuito europeu de profissionais, o European Tour, no qual até hoje, a nível de portugueses, só competiram Daniel Silva, Ricardo Santos, Filipe Lima e Ricardo Melo Gouveia.
“Figgy” liderava no primeiro dia com um 63 que viria a ser o melhor resultado do torneio (o sueco Philip Erikson obteve idêntica marca, hoje, na última volta), depois fez 68 e 67 para iniciar a última volta isolado no terceiro lugar, com 198 pancadas (-15), a quatro pancadas do líder Stuart Manley e a duas de Anton Karlson, com os quais jogou no mesmo grupo neste domingo.
Igualou-os ao finalizar com 64, numa prestação com cinco birdies e um eagle. O desempate jogou-se no buraco 18 (Par 4) e aqui o português levou a melhor sobre os seus oponentes ao marcar um 3, metendo um putt de cerca de sete metros para birdie.
“Estou muito contente, é uma sensação muito boa, como é óbvio. Representa no fundo a recompensa de muito trabalho, muita persistência e de acreditar que ia conseguir dar a volta por cima”, afirmou o português ao Gabinete de Imprensa da FPG.
E acrescentou: “Joguei muito bem hoje, mas os meus dois oponentes também, sobretudo o Karlson. Fui jogando o meu jogo, sem pensar muito nos outros, fazendo birdies. Quando faltavam quatro buracos, estava com quatro de desvantagem para o Karlson, e portanto não estava fácil, mas, como eu disse, continuei a jogar o meu jogo e até ao final fiz dois birdies, apertei o Karlson um bocadinho e ele acabou por fazer dois bogeys. Entretanto o Manley acabou por fazer birdie no 18 para ir a play-off. Da minha parte foi uma volta muito consistente, muito boa, com muitos fairways e muitos greens, ‘patei’ bem também.”

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 10 de Junho de 2018

Golfe para todos

Golfe para todos

É cada vez mais simples começar a praticar um dos desportos mais desafiantes do mundo.
Vem descobrir o prazer do golfe num campo perto de ti.

Experimenta hoje mesmo.
Sem equipamento.
Sem experiência.
Sem custos.

Deixa-nos o teu nome e email e nós prometemos preparar a bola para dares várias tacadas.