Notícias

Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 – Pedro Figueiredo e Filipe Lima com Apoio à Qualificação

As grelhas de integração olímpica para o golfe dividem-se em três níveis de apoio: Top Elite – 1.º a 10.º lugares no RQO; Elite – 11.º a 20.º no RQO; e Apoio à Qualificação – 21.º a 68.º no RQO, em 2018; 21.º a 64.º. em 2019. Qualquer um destes apoios no golfe é revisto no final de cada semestre.

“Quando verificámos que ambos estavam dentro do Ranking de Qualificação Olímpica, fizemos o pedido de integração ao COP”, explica João Coutinho, director técnico da FPG. “Isto significa que estes fazem parte da família olímpica e vão começar a ter este Apoio à Qualificação, para o qual apresentámos um plano de actividades, que consiste essencialmente em mantê-los em competição”, acrescenta.

“A diferença entre elites tem a ver com o montante atribuído”, esclarece, salientando que, a manterem-se nas posições até ao 68,º, os dois portugueses irão receber uma verba de cerca de 20 mil euros anuais, com uma bolsa não inferior a 600 euros e o restante para ser aplicado conforme o plano de atividades e orçamento do COP.

Para as provas de golfe olímpicas, qualificam-se os 15 primeiros no ranking mundial (desde que não haja mais de quatro jogadores do mesmo país) e, a partir do 16.º lugar, cada país tem direito a dois jogadores, de acordo com as suas posições na tabela, até perfazerem 60. Todos os continentes receberão pelo menos uma vaga e o Japão, como anfitrião, tem garantido uma presença na prova masculina e feminina.

Pedro Figueiredo e Filipe Lima, que este ano estão a competir no Challenge Tour tentando a promoção ao European Tour para 2019, são os portugueses melhores classificados no ranking mundial, em 291.º e 363.º.

Ricardo Melo Gouveia, na sua terceira época no European Tour, é o terceiro na tabela, em 520.º, e poderá também integrar o Apoio à Qualificação a partir do momento em que entre nos 68 primeiros do Ranking de Qualificação Olímpica.

Em 2016, no regresso do golfe aos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, Filipe Lima e Ricardo Melo Gouveia representaram Portugal na competição masculina.

Em Tóquio, as provas de golfe jogam-se no Kasumigaseki Country Club, um clube privado em Saitama.

Fotografia: Filipa Lima durante os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro © IGF

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 28 de setembro de 2018