Notícias

German Boys & Girls Open – Daniel Rodrigues novamente em evidência e Portugal com medalha de bronze por equipas

Dani só pode queixar-se mesmo da primeira volta de 74 pancadas (+2), porque depois, com resultados subsequentes de 67-67, viria a cotar-se como o segundo melhor no cômputo das duas últimas voltas, apenas superado neste particular pelo sueco Anderson Gustav (67-66), que acabaria no trio dos 3.ºs, com 207 (-9).

O vencedor foi o irlandês Luke O’Neill (69-66-70), com 205 (-11), e o vice-campeão o alemão Philip Katich (68-69-69), com 206 (-10).

Numa prova que contou com 104 atletas, Pedro Silva fez duas primeiras voltas de 69 pancadas para se posicionar nos 4.ºs à partida para a terceira e última, a três pancadas do líder. Ao finalizar com 74, para um total de 212 (-4), caiu para os 17.ºs.

Juntos, Dani e Pedro, de 16 anos, recém-sagrados campeão e vice-campeão nacionais, deram a Portugal o terceiro lugar coletivo, na Taça das Nações, entre 16 equipas em competição.

As melhores classificações de sempre de portugueses no torneio foram os segundos lugares de Gonçalo Costa em 2013 e de Gonçalo Pinto em 2011. Em 2018, o então campeão nacional Pedro Lencart tinha sido 7.º e Dani teve estreia meritória no torneio sendo 38.º entre 105 participantes iniciais.

Em raparigas, Leonor Medeiros (75-73-74) e Sofia Sá (78-69-75) – a campeã e vice-campeã nacionais, de apenas 15 anos – partilharam o 53.º lugar, com 222 (+2).

A vencedora foi a italiana Emilie Valtriniere com 209 (68-71-70), -9.

“Num torneio com uma média de handicaps muito baixa e portanto muito forte, e num palco tão exigente, que já recebeu provas do European Tour e até a Solheim Cup, e onde até Tiger Woods já ganhou, só nos podemos dar como realizados com estes desempenhos”, afirmou o selecionador nacional e líder da comitiva portuguesa Nelson Ribeiro, lembrando que há muitos anos que não havia portuguesas na competição feminina, por não cumprirem os mínimos em termos de handicaps.

Nas duas primeiras voltas, as provas masculina e feminina jogaram-se alternadamente nos campos St. Leon (Par 72) e Rot (Par 72 para rapazes, Par 74 para raparigas), sendo que na última os rapazes evoluíram no primeiro e as raparigas no segundo.

Na fotografia, a seleção nacional que competiu na Alemanha: Pedro Silva, Daniel Rodrigues, Sofia Sá e Leonor Medeiros

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 2 de junho de 2019