Notícias

ESGA Masters Team Championship traz a Portugal 242 golfistas de 20 países

A prova compreende três campeonatos diferentes em simultâneo, sendo que o mais importante é o Masters Team Championship, em stroke play, com 14 países em competição, entre eles o campeão e o vice-campeão em título, respectivamente, Reino Unido e Suécia; há também o Masters Team Cup (19 países), em net; e o Super Masters Team Cup (11 países), para jogadores acima dos 75 anos.

António Rebelo discursa na cerimónia de abertura, no Hotel Aldeia dos Capuchos Golf & Spa, onde os participantes ficam instalados © RAMIRO DE JESUS

Com equipas de seis jogadores, as duas primeiras jornadas realizam-se em pares, no formato de fourball/better ball (à melhor bola), contando para o resultado colectivo os dois melhores scores dos três pares de cada nação; a terceira e última volta é em singulares, aproveitando-se os quatro melhores resultados de cada sexteto.

Além de Reino Unido e Suécia, participam no Championship a Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Noruega, Polónia, Portugal, Espanha, Itália e Suíça. Portugal vai alinhar com João Boaventura, Manuel Broa, António Sobral, Valdemar Carvalho, David Minns e Joaquim Tavares.

No Masters Team Cup, Portugal evolui com Rui Fonseca, Manuel Moura, Jorge Frazão, José Gameiro, Joaquim Zeferino, Miguel Ortigão. E no Super Masters Team Cup, neste caso com equipas de quatro jogadores, a selecção nacional conta com José Pessoa, Francisco Coutinho, Orlando Abreu e Lamberto Battistini.

Os jogadores portugueses com Inês de Medeiros e António Rebelo © RAMIRO DE JESUS

“Há dois anos, quando nos candidatámos à organização dos XIX Campeonatos da Europa de Masters Seniores, no âmbito da European Senior Golf Associations, foi sem receio que o fizemos, pois, sabíamos, sem hesitações, que contávamos com uma equipa experiente, composta por pessoas que têm em comum, o gosto pela prática, desenvolvimento e divulgação do golfe sénior”, explica António Rebelo, presidente da ANSG.

E acrescenta: “Abraçámos este projecto com dois pressupostos bem claros: “Primeiro, o enriquecimento, o progresso e o desenvolvimento deste desporto, mais uma vez, levado a cabo pela ANSG, com a divulgação da diversidade de experiências que representam o encontro de praticantes de 24 países europeus. Depois, a participação no desenvolvimento económico do País, com a vinda de mais de perto de 300 golfistas europeus e os seus acompanhantes, que certamente deixarão a sua marca no desenvolvimento da economia local.”

Foto: Ramiro de Jesus

Lisboa, 19 de junho de 2018