Notícias

Campeonato Nacional de Pares e Pares Seniores – Jovens “craques” Sub14 deram cartas em Miramar

Em comum a todas, o fato de terem liderado a prova do princípio ao fim e de terem vencido com pelo menos quatro pancadas de vantagem sobre a concorrência.

A juventude imperou e os jogadores do clube anfitrião dominaram. Dois pares do escalão de Sub14 anos venceram as provas masculina e feminina, com uma dobradinha dos gémeos Afonso e Ana Rodrigues, irmãos mais novos do melhor golfista português no ranking mundial amador (76.º), Daniel Rodrigues.

Afonso fez equipa com Pedro Sousa Machado e juntos somaram 141 pancadas (70-71), 1 acima do par 70, ganhando com quatro pancadas de vantagem sobre o par campeão de 2018, composto por Carlos Conceição/Lucas Azinheiro (Morgado do Reguengo/Vilamoura), que marcou 145 (75-70), +5.

Gonçalo Costa/Rafael Gaspar (CG Belas) foram terceiros com 146 (73-73).O top-5 ficou completo com dois pares do Paredes GC: Hugo Ferreira/Miguel Cardoso, no 4.º lugar, com 150 (77-73); e Pedro Afonso Mendes/Gonçalo Rodrigues, no 5.º, com 152 (79-73).

Ana Rodrigues uniu forças com Luciana Reis (do clube Orizonte Golfe), que revalidou o título conquistado o ano passado em Oeiras, então, ao lado de Constança Mendonça. Somando 157 (76-81), +17, venceram com sete ‘shots’ de vantagem sobre Filipa Capelo/Inês Pereira (Quinta do Lago/Miramar).

Eduardo Marta da Cruz/João Mendes Ribeiro, de Miramar, obtiveram nos seniores o triunfo mais folgado da competição: somando 148 (73-75), +8, deixaram os vice-campeões Luís Themudo/Francisco Teles de Menezes (76-81) a nove ‘shots’ de distância.

Sucedem na lista dos vencedores aos campões de 2017 e 2018, António Pires e Ian Bolwell, da Beloura.

Diana Pacheco/Francisca Rocha, do Paredes GC, 3.ªs na prova absoluta feminina, venceram em net senhoras. Em homens e seniores os campeões absolutos acumularam com o 1.º Prémio net.

Fotografia Vasco Vilhena/GolfTattoo/FPG

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 15 de julho de 2019