Notícias

Campeonato Nacional de Jovens Pitch & Putt – Quinta da Barca consagra jovens campeões da especialidade

Pedro Barbosa, do Oporto Golf Club, foi vice-campeão com 101 (54-47). Seguiram-se, no 3.º e 4.º lugares, respetivamente, mais dois jogadores de Paredes: Tomás Ribeiro (102, 51-51) e Pedro Mendes (50-55), este o detentor do título no Open de Portugal de Pitch & Putt de 2019.

Bernardo Pinto (Cantanhede) fechou o top-5 e também o lote de jogadores que bateram o Par 54 do campo no agregado, com 106 (53-53). E André Miguel Silva (Citynorte) foi o vencedor net.

No escalão Sub16 foi necessário um play-off entre dois jogadores de Paredes para conhecer o vencedor. Diogo Machado e Gonçalo Mendes, com voltas similares de 51 e 57 pancadas, somaram 108 (Even Par) e tiveram de ir a desempate, que acabou por ser favorável ao primeiro. O terceiro lugar do pódio foi ocupado por José Gomes, também de Paredes, com 111 (52-59). Romeu Lopes (Cantanhede) foi 4.º com 125 (67-58).

O primeiro dia, sábado, teve uma boa adesão por parte dos escalões mais jovens, inclusivamente com alguns dos que se destacaram no recente Campeonato Nacional de Jovens de golfe convencional, que se realizou no final de Agosto no Estela Golf Club e no Club de Golf de Miramar.

Afonso Moreira (Oporto) foi o vencedor em Sub14, entre os 12 participantes. Esteve em muito bom nível, totalizando 99 (-9) pancadas nas duas voltas à Quinta do Barca, com voltas de 51-48. O Par do campo em 18 buracos no pitch & putt é de 54, já que esta variante se joga em buracos de Par 3.

Tiago Abrantes (Aldeia dos Capuchos), que foi o vice-campeão, também se exibiu em bom plano, somando 102 (50-52) para ficar a três shots do vencedor. Miguel Pinheiro (55-53), de Paredes, e Miguel Silveira (54-54), da Quinta do Fojo, terminaram com 108 (Even Par), pertencendo o 3.º lugar ao primeiro pela melhor última volta. Diogo Afonso (Citynorte) foi 5.º, com 111 (57-54), e ficou com o prémio net.

Em Sub12, com 19 concorrentes, o campeão foi Pedro Ferreira (Quinta das Lágrimas), com 106 (53-53), 2 abaixo do Par no agregado. Teve uma excelente réplica de Gabriel Sardo (Quinta do Fojo), que, com 107 (54-53), repete o título de vice-campeão nacional obtido Miramar no golfe convencional.

Já aquele que é atual campeão nacional Sub12, Bernardo Ferreira da Costa (Miramar), acabou em 4.º, com 115 (59-56). O terceiro lugar pertenceu a outro jovem de Miramar, Luís António Silva, com 111 (55-56). Vasco Gouveia (Citynorte) foi o primeiro net.

Emoção foi também o que não faltou em Sub10, a prova mais concorrida, com 21 participantes. João Alvim (Citynorte) e Henrique Ferreira da Costa (Miramar) tiveram de decidir o título num play-off, após somarem 58 (+4) na única volta de 18 buracos para este escalão. João Alvim venceu no primeiro buraco do desempate.

Santiago Codinha (Cantanhede) foi 3.º com 61 (+7), seguido de Baudchon Mateus (Quinta da Bica), com 62 (+8), e de Francisco Magalhães (Citynorte), com 63 (+9). André Von Hafe (Braga) foi o vencedor net.

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 14 de setembro de 2020

Fotografia © Vasco Vilhena / GolfTattoo / Federação Portuguesa de Golfe