Notícias

Campeonato Nacional de Clubes Solverde – Quadros das meias-finais já estão definidos

No 1.º Flight, que engloba os oito primeiros classificados na fase de stroke play, não houve surpresas quanto aos principais favoritos. Houve dois encontros equilibrados e outros tantos cujos vencedores foram categóricos.
Miramar, campeão em título e vencedor da primeira fase com 26 pancadas de vantagem sobre o Lisbon SC, bateu o CG Santo da Serra, da Madeira, por 5-2, no cômputo dos dois encontros de pares em ‘foursomes’ e cinco de singulares. E Vilamoura, vice-campeão em título e recordista de títulos na competição, derrotou a Aroeira por idêntico resultado.
O CG Belas levou a melhor sobre o Lisbon por 4-3 e o Oporto, campeão pela última vez em 2016, impòs-se aos anfitriões da Quinta do Peru também por 4-3.
No 2.º Flight, para as equipas posicionadas entre o 9.º e o 15.º lugares na primeira fase, e com uma partida de pares e quatro ‘singles’, o Orizonte derrotou o Paço do Lumiar por 3-2, e o Paredes GC bateu a Juvegolfe por 4-1 e a Quinta do Peru B ganhou à Ilha Terceira por 3,5-1,5.
O CG Estoril, por ter sido 9.º na fase de ‘stroke play’, ficou isento da primeira jornada de ‘matchplay’ e entre directamente nas “meias”, defrontando a Quinta do Peru B. No outro ‘match’, medem forças Orizonte e Paredes.
A prova feminina, a Taça Nini Guedes Queiroz, só começou hoje, com quatro equipas participantes. Jogou-se a volta de ‘stroke play’ para definir os encontros das meias-finais. O Orizonte terminou em primeiro com 231 pancadas, 15 acima do Par.
Num formato em que se somavam os três melhores resultados de cada quarteto, a Quinta do Peru foi 2.ª com 237 (+21), Miramar 3.º com 241 (+5) e o Lisbon SC 4.º com 258 (+42).
Nas meias-finais, Orizonte vs. Lisbon e Quinta do Peru vs Miramar.

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 6 de setembro de 2019