Notícias

Campeonato Nacional de Clubes Solverde – CG Miramar ataca e Qtª do Lago descola no Morgado

Apesar do bom jogo de equipa, Pedro Lencart Silva, que se havia estreado com 67 ‘shots’, protagonizou hoje uma ronda inolvidável e entregou um segundo cartão com 65 pancadas (-8), igualando o resultado de Leonor Medeiros na volta inaugural. Pedro Clare Neves contabilizou 144 (73+71) e João Iglésias contribuiu hoje com 74, que colocaram Miramar com uma vantagem de três pancadas à partida para a última volta.

“Miramar tem muito bons atletas, apesar de alguns serem estreantes nesta competição, mas o Lencart hoje fez uma volta brilhante. Ele tem feito bons resultados e é o suprassumo da equipa e do golfe nacional. Mas julgo que ainda não cumpriu o seu objetivo, pode ser que seja amanhã”, elogia o capitão Sérgio Ribeiro.

Embora tenha recuperado terreno, o também treinador de Miramar acredita que o título da Taça Visconde Pereira Machado ainda não está garantido, mas deseja, em última instância, que o título “viaje para o norte”.

“Esperamos manter o sucesso dos últimos dois dias, mas vai ser um bom ‘match’, muito disputado, e pode cair para qualquer um dos lados. Espero que caia para o nosso, apesar do Oporto ter boa equipa, três jogadores experientes e que não se deixam intimidar. Está tudo em aberto”, defende também Ribeiro.

Enquanto Vasco Manuel Carreira Alves voltou a completar o traçado algarvio com mais uma excelente exibição para totalizar 136 pancadas (68+68), Afonso Girão somou 145 (72+73) e João Girão agregou 150 (75+75). Feitas as contas, o clube de Espinho dilatou a vantagem para o terceiro classificado, a Quinta do Peru, que regista 448 pancadas (+10), graças aos 147 ‘shots’ (73+74) de João Miguel Pereira, aos 150 (72+78) de João Pinto Basto Jr e aos 151 (72+79) de Victor de Jesus.

Além do magnífico desempenho de Pedro Lencart Silva, o jovem Oliver Smith, de apenas 12 anos, foi uma das grandes sensações do dia, ao assinar de ‘Drive’ um ‘hole-in-one’ no buraco 17, um Par 3 com 203 metros até à bandeira.

Entre as senhoras, a Quinta do Lago fechou a segunda ronda com um total de 282 pancadas (-10), graças a mais uma excelente exibição de Sofia Barroso Sá, que totalizou 137 ‘shots’ (69+68), e uma boa performance de Maia Samuelsson, que registou 145 (74+71).

Depois da vantagem mínima ao final da primeira volta, a Quinta do Lago parte assim amanhã para o dia de todas as decisões com uma vantagem de seis ‘shots’ para a segunda classificada, Miramar, que tem um agregado de 288 pancadas, para as quais contribuíram as 140 (71+69 de Ana da Costa Rodrigues e as 148 (75+73) de Matilde Fernandes. Na terceira posição está a campeã em título, a Quinta do Peru, com 291 ‘shots’, fruto dos 138 de Leonor Medeiros (65+73) e os 153 de Inês Belchior (79+74).

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Miraflores, 5 de setembro de 2020

Fotografia © Filipe Guerra / GolfTattoo / Federação Portuguesa de Golfe