Notícias

Campeonato da Europa de Sub-16   Top-10 final para Pedro Silva e seleção nacional

Um top-10 entre 54 concorrentes de 25 países não deixa, no entanto, de ser uma excelente marca para um atleta que está a dar os seus primeiros passos a nível internacional.

“Terrível a todos os pontos”, afirmou Pedro Silva ao Gabinete de Imprensa da FPG. “Comecei mal e não consegui recuperar devido a vários erros estúpidos e ao meu putter não estar definitivamente nos seus dias. Foi um dia bastante mau, muito abaixo das minhas expectativas mas não posso ficar triste pelo torneio que fiz.”

Da seleção nacional mista que competiu neste European Young Masters, o único que subiu na tabela a fechar foi Daniel Rodrigues, com um 74 que lhe permitiu passar dos 18.ºs para os 13.ºs, com 223 (+7), ele que havia feito antes 74-75 e que tinha sido 8.º na sua estreia no torneio em 2017.

O vencedor foi o dinamarquês Sebastian Friedrichsen ao bater no play-off o finlandês Sakke Siltala, depois de ambos terem terminado na frente com voltas de 70-71-73 e um total de 214 (-2).

Na prova de raparigas, também Leonor Medeiros (75-75-82) e Rita Costa Marques (77-79-82) finalizaram com +10, a primeira descendo do 10.º lugar para partilhar o 15.º posto com a suíça Ginnie Lee, ambas com 232 (+16), e a segunda a ficar empatada em 23.ª com a escocesa Carmen Griffiths, com 238 (+22). A vencedora foi a inglesa Caitlin Whitehead com 213 (-3).

Na Taça das Nações, onde contam os três melhores resultados diários dos quatro representantes de cada país, Portugal desceu do 2.º para o 9.º lugar. Liderava ao primeiro dia com 215, foi vice-líder no seguinte com 224, mas hoje não foi além de um 238, somando um total de 677 (+22). Venceu a Suécia com 656 (+8).

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 28 de julho de 2018