Notícias

Campeonato Aberto de Madrid Individual Feminino – Leonor Medeiros finaliza em 47.ª

“Comecei mal devido ao putting e depois de ter recuperado fiz um triplo no 15 com algum azar”, contou Leonor ao Gabinete de Imprensa da FPG a propósito da última volta. “No meu shot ao green passei três metros a bandeira, a bola bateu no green e começou a rolar para uma grande descida para um bunker; estava lá um ancinho e a bola ficou lá presa e não foi para o bunker; quando tirei o ancinho a bola desceu para o bunker e, como ditam as regras, recoloquei-a no ponto mais perto onde a bola não descesse para o bunker; mas quando me vou a meter à bola a bola mexeu-se e fui penalizada por isso.”

Em termos gerais, Leonor diz que se deparou “com um campo muito difícil, onde os bunkers eram os principais obstáculos (muito fundos e enormes e a protegerem as bandeiras); quando se ia aos bunkers sair de lá com menos de duplo era muito bom
Greens rapídissimos também. No primeiro dia podiam ter entrado mais putts para birdie e no segundo dia ia bem encaminhada mas fiz um duplo no 14”.

A selecção nacional feminina liderada pelo Treinador Nacional Adjunto Hugo Pinto contou com mais três atletas, que não passaram o cut aos 36 buracos: Sofia Sá ficou nas 62.ªs, com 159 (76-83), +15; Filipa Capelo nas 82.ªs, com 156 (88-78), +22; e Amélie Abreu, a fazer a sua estreia internacional, em 92.ª, com 172 (87-85), +27.

A vencedora foi a basca Nieves Martin Torre, com 209 (70-67-72), 7 abaixo do Par. Ganhou de forma categórica, deixando vice-campeã, a galega Marta Garcia Lorca (215, 70-72-73), a seis pancadas de distância. Foram as únicas a jogar abaixo do Par.

Gabinete de Imprensa de FPG

Foto: da esquerda para direita – Filipa Capelo, Leonor Medeiros, Amelie Abreu, Sofia Sá e Hugo Pinto

Lisboa, 18 de março de 2019