Notícias

Alps Tour Golf – Portugueses com arranque promissor no Egipto

Tomás Silva esteve na luta pela vitória nesta quinta-feira, mas o seu resultado final de 72 (Par) – tinha feito 67-69 nos dois primeiros dias – deixou-o com um total de 208 (-8) e a quatro pancadas do campeão, o holandês Lars Keunen (66-70-68).

Já Vítor Lopes fez 66 (-6) a fechar para partilhar com Sam Robinson a melhor marca do dia e uma das apenas três nas 60. Somou 210 (-6) e deu continuidade ao excelente momento de forma, evidenciado quando antes de viajar para o Egipto venceu duas provas do Portugal Pro Golf Tour. Tomás Silva também registou dois triunfos este ano no PPGT.

Tiago Cruz (73-72-70), em crescendo, e Tomás Bessa (69-72-74), em decrescendo, acabaram no lote dos 20.ºs classificados, com 215 (-1).

O vencedor facturou um prémio de €5.800, Tomás Silva de €3.250, Vítor Lopes de €1.920 e Tiago Cruz e Tomás Bessa de €572.

De referir que aos 36 buracos foi feito um cut para os 44 primeiros e empatados, deixando pelo caminho, nos 65.ºs, Miguel Gaspar (77-73), o quinto português presente no evento.

O Alps Tour Golf prossegue no Egipto com mais quatro torneios, o próximo dos quais, o Red Sea Little Venice Open, se joga no mesmo clube de golfe, mas nos campos B+C, de 23 a 25 deste mês.

No fim da temporada, aos cinco primeiros na respectiva Ordem de Mérito é atribuído o cartão do Challenge Tour, a II Divisão Europeia.

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Lisboa, 20 de fevereiro de 2020

Fotografia © Berto Granja