Notícias

90th Portuguese International Ladies Amateur Championship – Sofia Barroso Sá junta-se a Rita Costa Marques no top-20

Com o vento a soprar ligeiramente mais forte, a vice-campeã nacional amadora repetiu as 73 pancadas do primeiro dia, descolando das 12 jogadoras com quem partilhava o 23.º lugar, rumo ao quinteto das 17.ªs, onde se inclui Rita Costa Marques que nesta quinta-feira caiu uma posição na tabela ao acrescentar um 74 ao 72 inaugural.

A dupla da seleção portuguesa soma 146 pancadas (+2) e está confortavelmente instalada dentro do cut provisório, agora fixado em +5. No final da terceira volta, amanhã, só as 40 primeiras e empatadas, entre as 90 concorrentes, seguem em frente para a última jornada, sábado.

A campeã nacional Leonor Medeiros é a terceira melhor lusa na classificação, mas, com um total de 154 (78-76), ou seja, 10 acima do Par, precisa de uma grande volta na sexta-feira para marcar presença na ronda decisiva. Para já, encontra-se no lote das 66.ªs.

A completar o quinteto da seleção nacional, Sara Gouveia caiu para as 80.ªs, com 159 (77-82); e Ana da Costa Rodrigues para as 87.ªs, com 164 (80-84).

Quanto às três portuguesas que competem a título particular, todas elas melhoraram consideravelmente em relação a quarta-feira, especialmente a açoriana Ivete Rodrigues, da Verdegolf, que marcou um brilhante 72. Integra o grupo das 73.ªs, com 156 (+12), já que ontem fizera 84.

Beatriz Themudo, do clube Orizonte, fez menos nove pancadas do que na abertura (84-75) e juntou-se a Sara Gouveia nas 80.ªs. Finalmente, Teresa Alves, do Oporto GC, melhorou cinco shots (85-80) e, com 165 (+21), é 89.ª na tabela.

No topo, uma nova líder: Alessia Nobilio. Mesmo tendo entregado um cartão de jogo com mais dois shots do que ontem (67-69), o italiana que é a n.º 5 no ranking mundial amador feminino subiu do segundo ao primeiro lugar. Somando um total de 136 (-8), tem duas pancadas de vantagem sobre a espanhola Carla Tejedo (138, 69-69), 83.ª mundial.

A dinamarquesa Natacha Høst Husted é terceira com 139 (69-69), seguida de um quarteto em que se inclui a líder do primeiro dia, a também dinamarquesa Smilla Tarning Sønderby (66-74), além da inglesa Billie-Jo Smith (68-72), da italiana Matilde Innocenti Angelini (70-70) e da holandesa Anouk Sohier (68-72), todas com um total de 140 (-4).

Concluídos os primeiros 36 buracos, há 14 jogadoras com um agregado abaixo do Par.

 

Gabinete de Imprensa da Federação Portuguesa de Golfe

Lisboa, 30 de janeiro de 2020

Fotografias © Federação Portuguesa de Golfe