.

Handicaps

O que é um Handicap EGA?

O handicap é um valor que representa o nível de jogo do jogador. Com o handicap, jogadores com menor nível de jogo recebem um número de pancadas suplementar, distribuídas pelos buracos.

O Handicap EGA é a designação oficial do handicap no âmbito do Sistema de Handicap da Associação Europeia de Golfe (EGA), que a Federação Portuguesa de Golfe administra, em Portugal, desde o ano 2000.

O Handicap EGA é o índice que representa a habilidade de jogo de um praticante, em relação a um campo com dificuldade de jogo standard.

Handicaps

O que é um handicap de jogo?

É o número de pancadas de handicap que um jogador recebe ao jogar de um conjunto específico de tees no campo, com referência ao seu Handicap EGA.

O Handicap de Jogo pode ser consultado nas Tabelas de Handicap de Jogo que estão afixadas no campo de golfe, junto aos tees ou no Clubhouse, ou aqui.

Handicaps

Como obter um Handicap EGA?

 

Para obter um Handicap EGA oficial o jogador tem de ser federado na Federação Portuguesa de Golfe (FPG).

O jogador deve contactar a entidade pela qual está registado para efeitos de handicap na FPG. Essa é a entidade responsável pela gestão do seu handicap, que lhe indicará os passos para obter o handicap e fará a respetiva atribuição.

-Para os iniciantes poderem obter o seu primeiro handicap têm de entregar pelo menos um resultado

-Para um jogador receber um Handicap EGA de 36 ou inferior, tem de entregar quatro resultados.

As voltas podem ser jogadas em qualquer campo classificado, em 18 ou 9 buracos. Os cartões têm de estar devidamente assinados pelo jogador e pelo marcador.

Para atribuição do Handicap EGA,  o jogador tem de ter os conhecimentos essenciais sobre Regras de Golfe e Etiqueta. Além disso, será ainda tida em consideração qualquer outra informação sobre a habilidade de jogo do praticante, ou historial prévio de golfe.

Aplicam-se condições específicas para jogadores de Categoria 1. Aplicam-se condições específicas para novos federados que têm handicap noutro país.

Handicaps

Como obter/registar o Handicap em Portugal para novos federados que já têm handicap noutro país?

Se o jogador, ao se federar em Portugal, já tem um Handicap EGA, atribuído no âmbito da jurisdição de outra Federação Europeia, o jogador tem de apresentar o registo de handicap, para registo e manutenção do handicap durante o período de jogo em Portugal.

Se o jogador, ao se federar em Portugal, já tem um Handicap não-EGA (CONGU, USGA), atribuído no âmbito da jurisdição de outra Federação, o jogador tem de apresentar o registo de handicap, para avaliação pela Comissão de Handicaps e atribuição de Handicap EGA, e manutenção do handicap durante o período de jogo em Portugal.

Handicaps

Quantas categorias de Handicap existem?

Os Handicaps EGA estão agrupados nas seguintes categorias:

Categoria 1:   “plus” – 4.4

Categoria 2:   4.5 – 11.4

Categoria 3:   11.5 – 18.4

Categoria 4:   18.5 – 26.4

Categoria 5:   26.5 – 36.0

Categoria 6:   37 – 54

Handicaps

Como é que o Handicap EGA se altera?

À medida que o nível de jogo vai melhorando, ou piorando, o handicap altera-se de acordo com os resultados obtidos pelo jogador. Se um jogador apresentar cartões com bons resultados, o seu handicap irá ser reduzido, ou vice-versa.

De uma forma geral, o Handicap EGA de um jogador pode ser alterado com base em resultados obtidos em Torneios e resultados EDS e podem-se aplicar ainda outros ajustes, na Revisão Anual de Handicaps, ou pontualmente, pela Comissão de Handicaps.

Handicaps

Que resultados são considerados para Handicap?

Para ajuste de handicap são consideradas voltas jogadas nas modalidades Por Pancadas (“Stroke Play”) e “Stableford”, com 100% de handicap de jogo, e em que se verifiquem condições de handicap, ou seja, as voltas são jogadas em campos classificados dentro dos parâmetros aprovados pela FPG, de acordo com as Regras de Golfe e com o resultado registado por um marcador.

São considerados para handicap resultados de voltas de 18 buracos e de voltas de 9 buracos, estas últimas para as categorias de handicap 2 a 6.

São válidos para handicap os resultados de voltas jogadas:

– em competições organizadas por entidades aprovadas pela FPG e definidas como válidas para handicap;

– em EDS.

Handicaps

O que são resultados EDS?

EDS (“Extra Day Scores”) são resultados de voltas jogadas em condições de handicap e de acordo com as Regras de Golfe, com um marcador, à parte dos torneios. 

Antes de efetuar um EDS, o jogador tem de fazer o pré-registo no Clubhouse do campo de golfe. Para o pré-registo o jogador tem de se identificar, através do número de federado, assim como identificar o marcador, e informar qual o percurso, tees e número de buracos a jogar.

Após completar a volta, o jogador é responsável por entregar o resultado EDS à entidade que gere o seu handicap.

Os jogadores das categorias de handicap 2 a 5 podem entregar até quatro EDS por mês. Os jogadores da categoria de handicap 6 não têm limite quanto ao número mensal de resultados EDS;

Os jogadores só podem entregar um EDS de 9 buracos por dia;

Os jogadores da categoria de handicap 1 não podem efetuar EDS para efeitos de handicap, a não ser com autorização prévia da FPG, para compensar os resultados em falta e revalidar o handicap. Os jogadores de Categoria de Handicap 2 não descem para Categoria de Handicap 1 através de EDS.

Handicaps

Como se aplicam os pontos “Stableford” para Handicap?

O objetivo de aplicar o cálculo de pontuação “Stableford” nos cálculos de handicap é o de reduzir o impacto de um resultado particularmente mau num buraco, o qual não reflete verdadeiramente o nível de jogo do praticante. Para efeitos de cálculos de handicap, todos os resultados válidos são convertidos em pontos “Stableford”.

Um jogador joga exatamente para o seu handicap quando entrega um resultado de 36 pontos “Stableford” (em condições normais, antes de CBA).

Para resultados válidos de 9 buracos, são adicionados 18 pontos “Stableford” ao resultado obtido em 9 buracos, para se obter um resultado válido ajustado.

Para efeitos de gestão de handicap, os pontos “Stableford” são atribuídos em conformidade com o PAR de cada buraco, como se segue:

Duas ou mais pancadas acima do PAR Net 0

Uma pancada acima do PAR Net (Bogey) 1

PAR Net 2

Uma pancada abaixo do PAR Net (Birdie) 3

Duas pancadas abaixo do PAR Net (Eagle) 4

Handicaps

Como se processam os ajustes ao Handicap EGA?

Os resultados válidos que o jogador apresenta são inseridos no seu registo de handicap em pontos “Stableford”. Os ajustes são feitos tendo em conta se o praticante jogou dentro, fora ou na sua “Zona Neutra”.

  1. Se o resultado estiver dentro da zona neutra, o Handicap EGA permanece inalterado;
  2. Se o resultado estiver abaixo da zona neutra, o Handicap EGA sobe 0,1.
  3. Se o resultado estiver acima da zona neutra, o Handicap EGA é reduzido por um determinado valor por cada ponto “Stableford” acima da sua zona neutra, sendo esse valor estabelecido de acordo com a sua categoria de handicap.

A tabela de cálculos de Handicap mostra os ajustes que se aplicam, por categoria:

Categorias  de Handicap Handicap EGA

Zona Neutra

18 buracos

Zona Neutra

9 buracos

Somar pontos aos resultados abaixo da Zona Neutra Subtrair por cada ponto acima da Zona Neutra
1 “plus” – 4.4 35 – 36 0.1 0.1
2 4.5 – 11.4 34 – 36 35 – 36 0.1 0.2
3 11.5 – 18.4 33 – 36 35 – 36 0.1 0.3
4 18.5 – 26.4 32 – 36 34 – 36 0.1 0.4
5 26.5 – 36.0 31 – 36 33 – 36 0.1 0.5
6 37 – 54 1*

Nota*: Para a categoria 6, subtrair uma pancada inteira por cada ponto “Stableford” acima de 36 pontos.

Os ajustes de handicap, com base em competições de 18 buracos, aplicam-se após CBA.

Handicaps

O que é o CBA e como é usado para cálculo de handicap?

Durante o decorrer de uma competição, fatores meteorológicos ou de campo podem afetar as condições de jogo e consequentemente os resultados. O CBA é calculado para amenizar o impacto desses fatores externos, quando são significativos.

O cálculo do CBA é baseado nos resultados dos jogadores participantes, das Categorias 1 a 4, e aplica-se aos jogadores das Categorias 1 a 5.  Pode variar entre +1 (melhor performance do que o esperado) e -2 (pior performance do que o esperado), podendo aplicar-se aos cálculos de handicap também o estado de “Apenas Descidas”, quando as condições são extremas.

Handicaps

Em que âmbito são aplicados ajustes por decisão da Comissão de Handicaps?

A Comissão de Handicaps tem o poder de alterar o handicap de um jogador quando existem indícios significativos de que o handicap atual do praticante não reflete a sua habilidade de jogo.

São, nomeadamente, tidos em consideração a generalidade das voltas e os resultados obtidos em modalidades que não são diretamente válidos para handicap, assim como quaisquer outros dados relevantes sobre o nível de jogo do praticante.

Este ajuste tem um mínimo de uma pancada, para subidas e descidas e aplica-se ao abrigo da cláusula 3.16 do Sistema de Handicap EGA.

Handicaps

O que é a Revisão de Handicaps?

A Revisão de Handicaps é um procedimento obrigatório, que ocorre pelo menos uma vez por ano, cujo principal objetivo é o de avaliar se os resultados dos jogadores são representativos do seu nível de jogo, tal como indicado pelo respetivo Handicap EGA atual.

Com base nos resultados de cada jogador é calculado o intervalo dentro do qual se deve localizar o seu Handicap EGA. Quando o handicap se encontra fora do limite esperado, o sistema propõe um ajuste, a validar pela Comissão de Handicaps do jogador.

Handicaps

Como manter válido o Handicap EGA?

Para manter o handicap válido, o jogador tem de, por ano civil, submeter pelo menos quatro resultados válidos para handicap, e também renovar a sua quota na FPG e no Clube, se aplicável.

Handicaps

Qual o significado dos diferentes estados do Handicap EGA?

O Handicap EGA das categorias 1 a 5 pode encontrar-se num dos seguintes estados

a)Ativo – Handicap mantido com quatro ou mais resultados válidos no ano civil corrente ou anterior

b)Pendente – Handicap mantido com três ou menos resultados válidos no ano civil corrente ou anterior; Um handicap “pendente” pode ser reativado pela entrega dos resultados válidos em falta para perfazer o mínimo de quatro resultados

c)Inativo – Se o Handicap ficar “pendente” e por um período superior a 12 meses. Um handicap “inativo” pode ser reativado pela entrega de quatro resultados válidos e mediante a revalidação pela sua autoridade de handicap, que terá em consideração o nível atual de jogo e o historial anterior.

Os handicaps com estado pendente e inativo não são elegíveis para contar para as classificações net das competições. Esta restrição não se aplica a classificações e prémios gross.

Handicaps

Como são atualizados os handicaps de jogadores que também são federados noutra federação estrangeira?

Os jogadores federados na FPG, que também são federados noutra Federação, têm de apresentar o registo de handicap do estrangeiro cada vez que retornam a Portugal para que os “resultados jogados no estrangeiro” possam ser examinados e a evolução do nível de jogo contemplada no registo de Handicap EGA.

Os “resultados jogados no estrangeiro” também podem contar para o mínimo de quatro resultados válidos para handicap necessários para manter o estado e handicap válido, em Portugal.

Os jogadores devem também reportar os registos de handicap, das voltas jogadas em Portugal, à outra Federação internacional.

Handicaps

O que é a Categoria 6 e quais as suas características específicas?

A categoria de handicap 6 abrange os handicaps entre 37 e 54 e permite a mais jogadores estarem incluídos no sistema, tais como iniciantes, juniores ou jogadores em declínio da sua performance.

Tem algumas características mais simplificadas com vista a atrair novos jogadores, a permiti-los evoluir para a categoria 5, ou a mantê-los integrados no sistema de handicap.

-Apenas é necessário um resultado para obter primeiro handicap

-Só se aplicam descidas automáticas

-Por cada ponto acima de 36 é subtraída uma pancada inteira

– Não tem casas decimais

-Não têm restrições quanto ao número de EDS

-Não tem obrigação de um número mínimo de resultados por ano

Considerando estas características mais simplificadas, podem-se também aplicar restrições quanto à elegibilidade de participação e classificação para prémios net, no âmbito dos regulamentos das competições.

Relativamente às Tabelas de Handicap de Jogo, se, no campo de golfe, não tiverem disponíveis Tabelas para Categoria 6, é possível calcular o handicap de jogo da seguinte forma:

-Encontrar o handicap de jogo correspondente ao Handicap EGA de 36.

-A esse valor subtrair 36 ou 18, para respetivamente voltas de 18 e 9 buracos.

-Adicionar essa diferença ao Handicap EGA de categoria 6, para voltas de 18 buracos ou a metade do Handicap EGA de categoria 6, para 9 buracos.

O Handicap de Jogo também pode ser consultado aqui.

 

Handicaps

Que características se aplicam especificamente à categoria de handicap 1?

Aplicam-se algumas restrições especificamente à categoria de handicap 1:

-A atribuição, restabelecimento e jogo em geral de handicap pelo Clube de Filiação do jogador para categoria de handicap 1 requer ratificação pela FPG;

-Jogadores de Categoria de Handicap 1 não podem fazer voltas de 9 buracos para efeitos de handicap;

-Jogadores de Categoria de Handicap 1 não podem fazer EDS para efeitos de handicap;

-Para efeitos de atribuição ou reativação de handicap que se encontre em estado pendente e inativo, um praticante de categoria de handicap 1 pode devolver o número de EDS necessários para compensar os resultados em falta, sujeito a aprovação prévia da FPG;

-Os jogadores com handicap mais baixo são também submetidos a uma auditoria regular pela FPG, nomeadamente para verificação se todos os resultados, efetuados em torneios internacionais e nacionais, são devidamente registados.

 

Golfe para todos

Golfe para todos

É cada vez mais simples começar a praticar um dos desportos mais desafiantes do mundo.
Vem descobrir o prazer do golfe num campo perto de ti.

Experimenta hoje mesmo.
Sem equipamento.
Sem experiência.
Sem custos.

Deixa-nos o teu nome e email e nós prometemos preparar a bola para dares várias tacadas.